Baleias criptográficas: quem possui mais criptografia do mundo?
banner image
banner image

Touros, ursos, baleias. Ao que parece, o que eles têm a ver com criptomoedas? Na verdade, é assim que chamam os grandes detentores de criptomoedas. E hoje falaremos sobre as mais famosas delas - as criptobaleias, que possuem a maior parte das criptomoedas e cujos movimentos de ativos causam enormes flutuações no mercado de criptomoedas. Compreender este termo é um fundamento básico que todos devem aprender no processo de educação criptográfica. Vamos começar a investigar isso!

Quem são as grandes baleias na criptografia

Conforme afirmado anteriormente, uma baleia criptográfica é alguém que possui mais criptomoedas. Mas nem sempre é uma pessoa por trás disso. As baleias criptográficas também podem ser um grupo de entusiastas de criptografia, investidores, organizações e até carteiras blockchain. Sim, se uma carteira criptografada contém uma boa quantia em dinheiro, a carteira em si também pode ser chamada de baleia criptográfica.

A baleia criptográfica que possui a maior parte da criptografia utiliza seus ativos para diversos fins: negociações diárias, investimentos de longo prazo, negociações longas/curtas, negociações de câmbio e assim por diante. Bem, não é isso que todo mundo está fazendo? É claro que todos os detentores de criptomoedas fazem isso todos os dias, mas as baleias criptográficas, ao contrário de muitas, realizam todas as transações em grande escala. Isto permite-lhes influenciar a volatilidade dos fundos no mercado e, por vezes, manipular as ações de outros traders.

Por que é tão difícil determinar os maiores detentores de criptomoedas

Para responder essa pergunta precisamos encarar, que todo mundo tem interesse em entrar na carteira de outra pessoa e saber quanto dinheiro tem na conta. No mercado de criptografia acontece a mesma coisa: muitas pessoas estão interessadas na quantidade de ativos das criptobaleias que possuem mais criptomoedas. Mas será que as próprias baleias gostam desta ideia? Meu palpite é não.

Claro, todos podem rastrear abertamente grandes movimentos de criptomoedas no blockchain, mas vale lembrar que a rede blockchain esconde com segurança as identidades dos proprietários de criptomoedas. Além disso, sendo pessoas com vasta experiência profissional e especializada, as baleias criptográficas utilizam frequentemente tecnologias inovadoras para movimentar fundos secretamente, a fim de ocultar a sua identidade e a quantidade de activos. Mas se tais táticas não forem empregadas pela grande baleia na criptografia, grandes movimentos de fundos também podem ser monitorados em um explorador de blockchain como o Cryptomus.

Qual país possui mais criptografia

O mercado de criptomoedas está ganhando imensa popularidade em todo o mundo. A tecnologia blockchain e basicamente a ideia de criptomoedas estão se tornando cada vez mais difundidas a cada dia. Agora daremos a você uma lista de países que possuem mais criptografia. Quem sabe, talvez estes sejam os países onde se concentram mais cripto-baleias.

  • Índia
  • Estados Unidos
  • China
  • Brasil
  • Nigéria

Este é o principal país das baleias criptográficas. A prática mostra que a popularidade das criptomoedas nestes países só continua a crescer e muitos estão a fazer previsões para o futuro económico destes países.

Crypto Whales: Quem possui mais criptografia do mundo?

Quem possui mais criptografia do mundo

Existem algumas pessoas no planeta que enriqueceram com Bitcoin. No entanto, é difícil dizer exatamente quem possui mais criptografia do mundo. Portanto, falaremos sobre alguns deles que chegaram ao top 10 das cripto-baleias.

  • Satoshi Nakamoto: É impossível iniciar as principais baleias na criptografia sem esse nome. Foi esse homem quem nos abriu o mundo das criptomoedas e em 2009 criou a primeira criptomoeda - Bitcoin. Mas ele é chamado não apenas de criador, mas também de primeiro mineiro da história. E como mostram os números, durante todo o período de existência das criptomoedas, ele extraiu um grande número de blocos de blockchain, pelos quais recebeu mais de 1 milhão de tokens Bitcoin como recompensa. Para nossa grande surpresa, existe a opinião de que todos esses fundos ainda estão nos endereços de Satoshi e não são utilizados por ele. Talvez seja melhor, porque é difícil imaginar o que poderia acontecer ao mercado se todos estes activos voltassem a circular num só dia.

  • Gêmeos Winklevoss: A troca de criptomoedas “Gemini” tem esse nome por um motivo. Seus cofundadores são os gêmeos Cameron e Tyler Winklevoss. Eles são conhecidos por adquirirem 1% do volume total de Bitcoin em 2013, mas 9 anos após o colapso da exchange de criptomoedas FTX, os irmãos perderam mais da metade de seus ativos. No entanto, os gêmeos podem alcançá-los, porque a popularidade de sua própria troca de criptografia lhes traz muita renda.

  • Tesla: A grande baleia criptográfica é a montadora Tesla, que possui cerca de 100 mil Bitcoins. Elon Musk, representante desta empresa e uma das maiores baleias da criptografia, surpreendeu a todos com uma decisão inovadora de comprar criptomoedas para diversificar ainda mais os lucros da empresa. E essa decisão trouxe muitos benefícios. Ele não parou por aí e mais tarde se tornou a primeira grande montadora a aceitar pagamentos em criptomoedas.

Como os proprietários de criptografia mais ricos navegam no mercado

Como dissemos anteriormente, os grandes detentores de criptomoedas geralmente são investidores com grande experiência profissional e especializada. Essas pessoas são frequentemente ativas em mercados criptográficos e determinam as tendências do mercado.

Avaliando o profissionalismo das ações de quem possui mais moedas, muitos traders tentam analisar a movimentação dos ativos das baleias para, como as maiores criptobaleias, escolher opções de investimento em criptoativos com os menores riscos.

Devido a isso, as baleias podem manipular e ter algum controle sobre o mercado. Afinal, se as baleias começarem repentinamente a adquirir criptomoedas, é mais provável que outras façam o mesmo. O mesmo acontece no caso oposto, se as baleias venderem ativos, isso pode servir como um sinal de que a taxa da criptomoeda deverá cair.

No entanto, nesses casos, é preciso lembrar que tais processos podem ser simplesmente manipulação financeira. Um exemplo dessa manipulação é um caso ocorrido há vários anos. Um boato se espalhou no Twitter de que a Tesla começou a vender seus Bitcoins. Confiando nas previsões e ações desta empresa, muitos traders fizeram o mesmo e o mercado Bitcoin entrou em colapso. Após o comunicado oficial, soube-se que a empresa não vendeu um único ativo nesse período e o colapso não foi culpa sua.

Portanto, não se esqueça que o acompanhamento do movimento dos fundos das baleias não pode ser considerado o único e principal indicador do crescimento ou declínio do mercado.

Isso conclui o artigo sobre quem possui mais criptomoedas e qual país possui mais criptomoedas. Obrigado por ler!

Avalie o artigo

Postagem anteriorDogecoin vs Shiba Inu: Qual é a diferença?
Próxima postagemComo Comprar Bitcoin com SEPA

Se você tiver alguma dúvida, deixe seu contato e entraremos em contato com você

banner image
banner image

Simplifique sua jornada criptográfica

Quer armazenar, enviar, aceitar, apostar ou negociar criptomoedas? Com o Cryptomus tudo é possível — cadastre-se e gerencie seus fundos de criptomoeda com nossas ferramentas úteis.

comentários

0

Configurações de cookies e impressões digitais

Usamos cookies e impressão digital do navegador para personalizar conteúdo e publicidade, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Também compartilhamos informações sobre o uso do nosso site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise, que podem combiná-las com outras informações. Ao continuar a utilizar o site, você concorda com o uso de cookies e impressão digital do navegador.

Usamos cookies e impressão digital do navegador para personalizar conteúdo e publicidade, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Também compartilhamos informações sobre o uso do nosso site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise, que podem combiná-las com outras informações. Ao continuar a utilizar o site, você concorda com o uso de cookies e impressão digital do navegador.